27 de fev de 2009

Sem mais e sem menos

Di amantes

–Eva, outro dia você falou que ia passar a me chamar de Bem, e o tem feito, e eu vou tratar você de Bema ou Benha? –Por favor, da mesma forma... bem! Olha, Adão, você vem me passando a perna. Falei de procurar as pedras redondas nas montanhas ou nas cachoeiras. Se é coisa para comprar, é só ver quem vende e vamos trocar com o que você tira na roça; não temos dinheiro e nem sabemos imprimi-lo. –Minha mulher, você quer adiantar-se tanto no tempo... Convenhamos, você não bebeu vinho ou cerveja, porque não foram inventados, não tem psicose de parto, que só pode ocorrer depois de parir. É um delírio da sua cabecinha por falta de companhia feminina, não é? Não tem com quem tricotar, assunto cri-cri, não pode cuidar da vida alheia, assistir novelas, BBB, baixar músicas em MP3, enfim, enquanto dou duro, coitadinha, reconheço, você está com uma vida insípida, mesmo. –E você é o bonzão? –Bem, venha para a realidade, vou lhe fazer uma revelação, uma coisa que descobri por puro acaso, aliás o acaso, me parece, será o nosso mestre por toda nossa vida. Há duas luas estava numa pradaria perto do Éden procurando abóboras quando avistei uma ave, grande, mais ou menos da minha altura, um pouco mais alta. Corpo volumoso, porém esbelto, sarado, coberto de penas, engraçado, o pescoço comprido e pelado, as pernas com as coxas grossas, e peladonas, cabeça de olhos muito vivos, lindona. Não me olhe irada! Podia ser uma mulher, mas não era, apenas uma ave, não estou descrevendo uma concorrente, não li os Escritos mas sei que jamais terá uma sombra a não ser outras evas. Não se deixe envolver por ciúmes, ainda não chegou o tempo. Voltando ao que dizia; ela ficou andando em círculos, percebi que estava desconfiada comigo e ciscava como que procurando comida. Repetiu várias vezes. Resolvi me afastar e de vez em quando olhava para trás; ela deve enxergar pouco porque rapidinho sentou. Podia estar cansada e deixei para lá. Rodei bastante e nada de abóboras, descansei um pouco. Voltei a andar pra lá, andar para cá e depois de algum tempo não avistava a cabeça e o seu pescoção. –O meu? –Não querida, o dela! O seu é lindo! Maravilhoso, o mais bonito dentre todos os animais. –Que isso Adão, me chamando de animal? Te esconjuro! –Meu benzinho, eu você, Caim e o cainzinho que vai nascer, somos todos animais, por mais que digam que não. A ciência vai provar isto. Bem, o passarinhão estava sentado num buraco rasinho e quando cheguei perto vi que estava saindo dele, no lugar que a gente faz caca, uma pedra enorme, lisa e meio gosmenta, arredondada e branca. –Adão, criatura, então a pedra sai de dentro deles, e eu achando que era coisa de fora, que era só procurar e achar ou comprar, é mole? –Eva, um sol depois vi que o bicho tinha cuspido outra pedra arredondada. Passaram uma lua, quatro sois e eu voltando ao local. No quinto sol pude ver uma pedra rachar e dela sair um filhote. Grande que nem um marreco. Esperei até a outra pedra começar a quebrar. Cheguei mais perto e vi que ela era picada... –Por uma serpente? –Não Eva... pelo bicho lá de dentro que veio se juntar ao outro que estava seco e andando em volta. A verdade é que a curiosidade matou o gato! Distraido estava, distraído fiquei! Pra quê? Levei uma bicada na cabeça que doeu muito, pensei que era aquele anjo que nos expulsou do Paraiso, ah, que saudade! Mas na verdade se tratava do dono dos filhotes, que desgraçado! Deve ter achado que ia comê-lo, o que eu não ia fazer se bem que me deu muita vontade. Devia ser muito macio... –O que você fez, querido? –Disparei a correr e o grandalhão atrás de mim. Parecia uma corrida de Fórmula Um. Pega num pega, vi que estava perdendo velocidade, joguei-me debaixo de um espinheiro e me safei. Fiquei resfolegando um bom tempo, vi a morte de perto. Eva, enquanto esperava pensei em dar um nome a essas pedras, que são fabricadas dentro do bicho, não se acha nem se compra, veja, a Ave deu a vida a um filhote, Eva é mãe da vida, Ivo é nome de gente, uva, é nome de fruta e a pedra ovóide que transporta a vida parece com quê? –Com um ovo! –Brilhante, querida! –Vivaa! Mereço, né? Me dá! Quero um, para botar no meu colar!

31 comentários:

dácio jaegger disse...

Dácio, você descobriu que o ovo nasceu depois da galinha!! ;=))) Fico imaginando se entrássemos em uma máquina do tempo e retornasse ao tempo da criação, das descobertas, lógico, com a memória apagada. Mas será que com a experiência adquirida em uma existência póstuma, os nossos instintos seriam maiores? Beijus, Luma
**http://luzdeluma.blogspot.com/

dácio jaegger disse...

Oi Dácio!

Faz um tempo que tento adicionar seu blog para ser seguidora, mas não consigo. Você sabe pq com sua página tenho esse problema?
Renata
** http://mundominucia.blogspot.com/

dácio jaegger disse...

Essa Eva era mesmo muito esperta! Com a descoberta do ovo feita pelo Adão, ela já previu a descoberta dos diamantes que viriam, no futuro, adornar os lindos pescoços femininos... isso é que se pode chamar de uma mulher de visão!

Abraço.
Zeca
** http://janelasdozeca1.blogspot.com/

dácio jaegger disse...

Vida difícil a do Adão, desde aqueles tempos heroicos até hoje, não é mesmo? : )
Beijo pra você e um ótimo domingo.

Adelaide
**http://www.umbigodosonho.blogspot.com/

dácio jaegger disse...

Gosto mesmo é desse Adão. Vai descobrindo novidades e despeja tudo em cima da Eva. Guardá-las, pra quê? melhor mesmo é partilhar com a companheira que, esperta mulher, já vislumbra o mundo cheio de possibilidades. Que bom essa sua série. Gostosa de ler.
Beijo
Jacinta Dantas
**http://reflorescer.blogspot.com/

dácio jaegger disse...

Dacinho! Pois então seu Adão enquadrou a Eva nas generalizações femininas? Há exceções, companheiro, há exceções! E a Eva deste Adão bem que podia ser assim pisciana romântica, sonhadora e tão desapegada aos colares da vida que troca pedra por lua, né? rs...
Mas, ainda que Adão seja um desajeitado machista, ando gostando por demais de suas descobertas. Chegará o dia dele descobrir que as cavernas são informatizadas? rs...
Beijoconas
Loba
**http://lobamulher.blogspot.com/

dácio jaegger disse...

Olá, Dácio!

Adão não seria nada sem Eva, mas, também, Eva nada seria sem Adão.
Um descobre outro batiza e por aí vai.
Belo trabalho em equipe, você não acha?
Mas, olhe, se ovo virar diamante, sai de baixo...ou de lado...
Haverá falta de ovos e cambistas espertalhões. Pior ainda...Haverá ovos falsificados, "made in Tawan" ou China ou, até, do Paraguai, credo. Já pensou?
Muita paz! Beijosssssssssssss
Sonia
**http://rodadeprosa.blogspot.com/

dácio jaegger disse...

O que seria do Adão sem a Eva???
Beijos!
Tenha uma ótima semana!!
Cecília
**http://happinessisnomystery.blogspot.com/

Crys disse...

Dácio, querido
Parabéns mais uma vez pelo nova roupagem do Chega! Ficou bom mesmo!
(Lembrei do primeiro Chega, eu acho que era no weblogger...)
O processo de criação começa com suas habilidades. A imagem é a prova do qto criativo você é!
Acrescentou dados (sem perder os antigos), sem mudar as características pessoais do blog.
Desejo a você cada vez mais, sorte, amigos e leitores leais na nova fase, como sempre foi nos provedores anteriores, viu?!
Você é um blogueiro que merece os louros do sucesso.
E chega de rasgação de seda... rsrs
Enquanto isso, continue com a façanha de Adão e Eva, que eu continuo aqui, acompanhando, aprendendo e me divertindo, rsrsrs
Depois eu volto!
Beijos, todos!

P.S: não to conseguindo comentar com minha conta... bjo

Georgia disse...

Casa nova, muito bom!

Dácio, o que aconteceu todos os comentaristas saem com seu nome. Qual é a mágica? Só a Cris conseguiu, hahahhahahahaha!!!

É o brilho do diamante.

E imagina, ficar zangada com vc. Mas as criancas tb precisam ter contato com os animais...nao tem jeito nao...

Boa semana

Georgia disse...

Eba!!! Saiu comigo mesma, hahahahhahah!!!!

Dora disse...

Dácio. Eu estou adorando essa história em que o casal bíblico se envolve em papos e descobertas...vindouras...E dessa mistura de passado remoto e futuro(já acontecido, ou seja, presente...rs). A ironia percorre as falas e a sua criatividade enreda a gente curiosa!
Muito bem bolado o fragmento sobre os nomes "ovo, Ivo e Eva". Eu me divirto, rio e aprecio!!!
Beijos.
Parabéns pelo blog novinho!!
Dora

Jens disse...

Oi Dácio.
A tua releitura do início de tudo está muito louca, anárquica, deliciosa de ler. Isto ainda vai dar samba (muito doido).
***
Parabéns pela casa nova.
Um abraço.

Zeca disse...

Olá, meu amigo!

Vim à procura de novidades e, claro que as encontro! Não um novo texto sobre tua versão da criação da humanidade, mas um novo visual, bem bonito por sinal. Gostei muito do trabalho feito com canetas esferográficas! Está belíssimo! Parabéns!

Grande abraço.

Crys disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Quanta novidade por aqui!

Estou maravilhada com o seu desenho. Interessante é o uso da cartolina para criar o branco. Figura e fundo se alternam. O olhar do artista tem dimensões que nós, pobres mortais, nem imaginamos.

A história da criação avança e vou fabulando junto. Interessante é que o casal mais pirado do universo acaba de inventar a Cartilha Sodré.

Dácio, parabéns,
beijos, carinho,
AdéliaTheresaCampos

*Renata disse...

Já virei seguidora Dácio!

Que bom que gostou do selo :)
E obrigada pelos Parabéns!

Estarei aqui sempre.

:**

Georgia disse...

Dácio, e a festa hoje vai rolar por aqui?

Feliz Aniversário! Que delícia de data para fazer aniversário, nao? Um dia antes as mulheres comemoram o dia Internacional e chegam para o seu ainda em ritmo de festa!!!

Dácio, seus textos, sua escrita, muitas das vezes nao chegamos a entender qual profundidade, qual pensamento, pensou o artista Dácio ao escrever tal texto tao bem elaborado. Isso só acontece com aqueles que têm o dom da escrita. Pessoas como vocês escrevem aquilo que a alma dos olhos vêm.

Te desejo um dia abencoado.

Feliz Aniversário!!!

Um grande abraco

Soninha disse...

Olá, Dácio!
Ao longo destes meses em que puder ler muitos textos de pessoas desconhecidas, para mim...
Aos poucos pude começar a conhecê-las, pelo modo de escreverem, pelo estilo literário, pela irreverência,pela criatividade, pela elegância, pela alegria, pela inteligência, etc...
Através de tantas visitas, nos diversos blogs, também pude notar a bemquerência e admiração dos amigos,uns pelos outros.
Sei que tenho muito a ler, muito a conhecer e, principalmente, muito a aprender, iniciante que sou neste mundo blogueiro.
Porém, já posso falar aqui, com segurança, sobre o escritor Dácio Jaegger, do artista Dácio Jaegger, do blogueiro Dácio Jaegger...Com seus textos impecavelmente escritos, recheados de bom humor e ricos em informações que nos levam a viagens hiper interessantes...Sua pintura, repleta de informações técnicas que nos facilitam compreender e admirar seu trabalho...Sua presença seletiva nos blogs mostrando o carinho e amizade discreta e sincera...
Tudo isso fez-me saber um pouquinho sobre você.
Então, posso vir aqui e parabenizá-lo pelo aniversário e desejar dias felizes e prósperos.
Parabéns! Felicidades!
Muita paz! Beijossssssssssss

Cecília disse...

Vim dar os parabéns e encontrei a casa com decoração nova!!! Adorei!!!!

Tudo de Bom pra você!!!!
Beijo Grande!
Tenha uma ótima semana!

Crys disse...

"...na doçura de nossa amizade estrelas que não se pode contar..."

Passa lá no Jardim, e leia o resto do texto... é pra vc!

FELIZ ANIVERSÁRIO, Dr. Dácio Jaegger! (rs)

Beijo, beijo, beijo!

LIno disse...

Meu amigo, passei para deixar o meu abraço pelo seu aniversário e desejar paz, saúde e felicidade.

Jens disse...

Camarada Dácio:
FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

Bete disse...

O espaço está lindissimo. E pra comemorar, uma bela festa: FELIZ ANIVERSARIO!!!!!
Saúde, paz e vida longa.
Bjs

Dora disse...

Dácio!!!!!!!! Um abraço apertado! Todas as venturas! E que continue no meio de nós indeterminadamente....
Parabéns, amigo muito caro!
Um beijo especial pelo seu dia!
Dora

QuincasB disse...

topo meiahora de chope, local por tua conta e tbm a própria, claro - parabéns, meu caro!

loba disse...

Cheguei! Algumas horas atrasadas mas vc conhece a orientação pisciana, né? Importante é que pensei em vc o tempo todo e a vontade era correr pela ponte pra te dar um beijo sonoro e longo!
Dacinho, parabéns! Que todos os seus dias sejam enfeitados de alegrias e muito amor.
Um abraço apertadinho e milhões de beijos!
Ah... e parabéns pela mudança! Demorou!!!! rs... A pintura é linda!! (dizem que todo pisciano é um artista - até hj não descobri minha arte! rs...)
Mais beijos e felicidades sempre, querido.

Miguel S. G. Chammas disse...

Brimo, parabéns pela página renovada, parabéns pela beleza do seu texto e, principalmente, parabéns pela data de ontem, quando vc colheu mais um cravo no jardim da syua existebcia.
Como bresente, naum vou cobrar nada por esses elogios......

Grace Olsson disse...

Dacio, a roupa de seu blog ficou linda.Mas vim aqui, através da GEOPRGIA TE DESEJAR DIAS FELZIES, SEMPRE, POR CONTA DE SEU ANIVERSÁRIO.mEIO ATRASADO, EU SEI.MAS SEMPRE É DIA DE SE DESEJAR O BEM
Bjs e dias felizes

luzdeluma disse...

UEBA!!! Bem-vindo ao condomínio, vizinho!! Agora só falta colocar seu número! hehehehe cadê o feed pra mim assinar? Boa estadia no blog*Spot!! Beijus

Vivi Bastos disse...

Dácio, adorei o novo habitat de suas bem-vindas palavras, né?

A história me parece cada vez mais acurado e com um sentido de humor autêntico. Adorei a abordagem da gênese de palavras,um divertido passeio pelos fonemas.

Bjs